Dr. José Roberto Covac faz homenagem ao Professor Hermes Ferreira Figueiredo

27/04/2021 15:44

Dr. José Roberto Covac faz homenagem ao Professor Hermes Ferreira Figueiredo

José Roberto Covac • 26 de abril de 2021

Fonte da Notícia: José Roberto Covac
Data da Publicação original: 26/04/2021
Publicado Originalmente em: .

O Dr. José Roberto Covac divulgou texto em homenagem ao Professor Hermes Ferreira Figueiredo:

"Meu pai faleceu em 1979, eu tinha 18 anos, idade que se precisa do pai. Deus foi generoso comigo, pois além de meu pai ter me dado os alicerces da educação, minha mãe fez tudo que podia para nos educar, dar suporte, conselhos e, principalmente, amor.

Reafirmo que Deus foi generoso, pois com a morte de meu pai, colocou várias pessoas que o foram substituindo em diversas áreas. No ingresso na educação superior, Dr. Marcondes Machado Junior, Dr. Gabriel Mário Rodrigues e Hermes Ferreira Figueredo foram fundamentais na minha vida profissional atuando na educação.

O primeiro por ter me incluído na Educação por intermédio da Fundação Educar. O segundo por ter trabalhado na Anhembi Morumbi, Semesp, Abmes, Fórum, no Instituto Superior de Comunicação Social e GMR – Gamaro. E por último, o professor Hermes, por ter trabalhado como Diretor Jurídico do SEMESP e também, por intermédio da Covac Advogados, como advogado do Grupo Cruzeiro do Sul.

Hoje tomamos conhecimento do passamento do Professor Hermes Ferreira Figueiredo, que bravamente lutou pela vida, combateu o bom combate e deixa um enorme legado. Conheci o professor Hermes na década de 1990, nas Assembleias do SEMESP que eram realizadas no auditório do Universidade Mackenzie ou na Anhembi Morumbi.

Em 1993, o Gabriel assumiu a presidência do SEMESP e o Hermes a vice-presidência.

O Hermes, além de ter uma enorme lealdade ao Gabriel - sempre o apoiando, exerceu funções nas negociações salariais, nos Fóruns Conciliatórios com os Sindicatos dos Professores e de Auxiliares de Administração Escolar, e representava o SEMESP nas audiências judiciais.

Não foi um vice-presidente apenas para substituir o presidente, pois participava ativamente das reuniões de diretoria do SEMESP, assembleias e eventos do Sindicato. Substituiu também o Dr. Gabriel quando pediu licença por um tempo.

Em 2004, o Dr. Gabriel renunciou a presidência do SEMESP objetivando criar a transição para as próximas eleições, e o professor Hermes assumiu e foi presidente do SEMESP até março de 2021. E, com muita sabedoria, fez sua sucessora, Dra. Lucia Teixeira, que teve total apoio da Diretoria.

Foi um dos primeiros a profissionalizar a gestão de uma Universidade, no caso da Cruzeiro do Sul, abrindo mão do cargo de Reitor.

Nas audiências com autoridades não tinha a preocupação de falar, mas diante da necessidade não se recusava. Não deixou de se posicionar em relação ao Prouni, Fies, Insaes e na Reforma Universitária proposta pelo Governo por intermédio da Lei nº 7200, de 2006, leu o manifesto do Fórum contra a reforma Universitária.

Autorizou, sempre quando era necessário, o ingresso com ação judicial no interesse dos associados. Tinha a capacidade de delegar, de confiar e não concentrar atribuições sem deixar de acompanhar.

Mas além de empreendedor, educador, professor de história, líder sindical, tinha o lado familiar muito bonito e bem vivido com a Dona Dagmar. Inegável seu amor pelos filhos e netos, que sempre mencionava nas conversas.

Antes da pandemia, tivemos muitas oportunidades de almoçar ou jantar em Brasília. Nas conversas com o Hermes, sempre falava do livro que estava lendo, de preferência biografias. Quando lancei meu livro disse a ele que teria certeza que leria, pois leu de todos que foram lançados pelo segmento de educação. Na última reunião antes das eleições do SEMESP ele me falou: “eu li o seu livro e parecia que estava conversando com você”. Em seguida me deu três exemplares da obra “A Origem das Estrelas – Histórias e Memórias da Cruzeiro do Sul Educacional”, de Ana Barbara Pederiva e Edney Almeida de Brito; e o recém-lançado “Eu sou, eu posso”, do amigo Paulo de Paula, antigo dono da Universidade Potiguar.

Além de contador de história era também um contador de piadas, razão pela qual era sempre prazeroso conversar com ele.

Em 2012, me ligou dizendo que iria para o Japão assistir a final de campeonato de clubes. Não estava se importando quem jogaria, mas, sim, conhecer outra cultura. Foi junto com o Rubens Cruz, o Rubinho. Tivemos oportunidade de almoçar, jantar e conversar. Como ele resolveu ir na última hora, restou assistir os Gaviões da Fiel. Terminado o jogo, mandou uma mensagem que tinha saído dez minutos antes do fim do jogo e deu os parabéns pelos corintianos não terem quebrado o estádio.

Entre as últimas conversas que tivemos, disse que tinha sonhado com o Gabriel e Antonio Veronese, que faleceram este ano e eram grandes amigos. Agora os três terão muito o que conversar.

Sem dúvida que o professor Hermes fará muita falta, mas temos que ser gratos por tudo que fez. Entre os últimos atos que participou estão o IPO do Grupo Cruzeiro do Sul, a posse da Lucia Teixeira como presidente do SEMESP, e a merecida homenagem feita pelo Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular.

Em meu nome e da Covac Sociedade de Advogados agradecemos por tudo que o professor Hermes foi e, com certeza, Deus o acolherá."

José Roberto Covac



Página 1 de 109

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
>>








Rua 217, nº 180 Qd. 44 Lt. 10 Setor Leste Universitário Goiânia – Goiás CEP: 74603-090 (62)3225-1472
Interagi Tecnologia