PUC Goiás participa de inquérito sorológico inédito

05/04/2021 13:34

PUC Goiás participa de inquérito sorológico inédito
LUISA DIAS 05/04/2021 - SAÚDE

Notícia na íntegra: https://www.pucgoias.edu.br/noticias/puc-goias-participa-de-inquerito-sorologico-inedito/

Será realizado inquérito sorológico inédito com crianças e adolescentes em Goiânia para identificar a presença de anticorpos da Covid-19. Os testes gratuitos são voltados para pessoas entre 2 e 19 anos e serão realizados das 8h às 19 horas, sem agendamento prévio. A iniciativa das secretarias municipal e estadual de Saúde tem parceria da PUC Goiás. Serão realizados cerca de 1.000 testes diários, de 6 a 9 de abril, no Câmpus V da PUC Goiás.

Além do espaço físico, a universidade participa da coleta. Serão cerca de 70 professores e estudantes do curso de Enfermagem que trabalharão diretamente no atendimento do público.  Será utilizado o teste rápido para triagem quantitativa para detecção de anticorpos para o vírus SARS-CoV- 2 – Bio Manguinhos (TR DPP® COVID-19 IGM/IGG). Os participantes que apresentarem resultado reagente apenas para o IgM serão encaminhados para coleta de amostra nasal com swab de rayon para realizar Teste rápido de Antígeno, conforme protocolo de investigação de casos suspeitos por Covid-19, bem como a adoção do protocolo de isolamento social por 14 dias a partir da realização do exame.

Para participar, os jovens precisam estar matriculados em uma escola e não será necessário agendamento. Os interessados deverão comparecer ao local acompanhados de pais ou responsáveis e apresentar documento de identificação. Será necessário, também, preencher um Termo de Assentimento Livre e Esclarecido, direcionado aos menores de idade, ou um Termo de Consentimento, no caso dos adolescentes com 18 anos e dos responsáveis pelas crianças. As pessoas com sinais e sintomas de síndrome gripal não podem participar da testagem.

Também será seguido um protocolo de rastreamento de contato com o objetivo de quebra da cadeia de transmissão e manejo clínico e epidemiológico adequado. De acordo com Adicionalmente, deve-se desencadear o protocolo de rastreamento de contato, objetivando realizar quebra de cadeia de transmissão e o manejo clínico e epidemiológico adequado, conforme rotinas do município de realização do inquérito, conforme rotinas da vigilância epidemiológica local.

Segundo a professora Vanusa Usier Leite, coordenadora do curso de Enfermagem, o inquérito é importante porque permite identificar o comportamento do vírus e auxiliar no estudo de vacinas para este público. Outro objetivo é identificar as novas cepas em circulação na capital. Os exames serão realizados pelos estudantes dos últimos períodos do curso de Enfermagem seguindo todos os protocolos de segurança.

A iniciativa é realizada pela Secretaria Estadual de Saúde, por meio das Superintendências de Vigilância e Saúde e da Escola de Saúde de Goiás, além das Regionais de Saúde Central e Centro-Sul. E conta com o apoio das Secretarias Municipais de Saúde e de Mobilidade de Goiânia; do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás; da PUC Goiás e do Centro Universitário Alfredo Nasser (Unifan).

(Com informações da SES)



Página 1 de 87

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
>>








Acesso restrito

Cadastre-se em nossa newsletter

Agenda

Clipping de noticias

Parceiros








Rua 217, nº 180 Qd. 44 Lt. 10 Setor Leste Universitário Goiânia – Goiás CEP: 74603-090 (62)3225-1472
Interagi Tecnologia