Brasil tem mais de 160 startups de desenvolvimento de cidades inteligentes

26/01/2021 15:43

Brasil tem mais de 160 startups de desenvolvimento de cidades inteligentes
WHOW • 26 de janeiro de 2021

Fonte da Notícia: WHOW
Data da Publicação original: 21/01/2020
Publicado Originalmente em: https://www.whow.com.br/inovacao/brasil-tem-mais-de-160-startups-de-desenvolvimento-de-cidades-inteligentes/

cidades inteligentes

Cidades inteligentes são aquelas “que unem os conceitos de cidade sustentável e cidade digital, onde o foco é a melhoria da qualidade de vida através do desenvolvimento e monitoramento de drivers e indicadores”, já explicou anteriormente ao Whow! André Luis Azevedo Guedes, especialista em cidades inteligentes e professor coordenador em ciência da computação da Unisuam (Centro Universitário Augusto Motta) do Rio de Janeiro.

Algumas startups atuam nessa frente, justamente para tornar as cidades atuais inteligentes.

Um mapeamento feito com apoio da consultoria KPMG mostrou que existem, no país, 166 startups dedicadas à causa das cidades inteligentes. São empresas que, a partir do uso da tecnologia, buscam resolver problemas de infraestrutura, mobilidade, governança, preservação ambiental, economia e segurança, entre outros. De acordo com o relatório, em 2020, essas startups receberam US$ 49,4 milhões em aportes. O volume é 150% superior ao total investido em 2019.
Investimento em startups com foco em cidades inteligentes

Desde 2010, mais de US$ 331 milhões foram investidos em startups que apresentam soluções voltadas para smart cities. Esse volume de investimentos ocorreu em 42 rodadas, das quais somente 35 tiveram seu valor anunciado. O ano com o maior volume de investimentos foi 2017, com quase dois terços do valor total. Esse desequilíbrio ocorreu por conta da rodada Série C da 99 de US$ 200 milhões.

Os investimentos em empresas em estágio inicial predominam no setor. Mais de 60% do total dos aportes é realizado em etapas Seed e Pré-Seed. Vale ressaltar também que a categoria “mobilidade” concentra mais de 90% do total investido no segmento, somando mais de US$ 306 milhões.

De todas as startups brasileiras que atuam com soluções para cidades inteligentes, 110 surgiram nos últimos cinco anos. A maioria delas (64,4%) tem sede na região Sudeste, e somente o estado de São Paulo abriga 42,8% dessas empresas. Na sequência aparece a região Sul do país, com 25% do total. O destaque local é Santa Catarina, que é o segundo estado com mais startups do segmento (10%).

As startups com soluções para cidades inteligentes estão divididas em oito categorias:

Mobilidade  (32,5%)

Infraestrutura urbana a partir da gestão de água e energia  (12%)

Soluções ecológicas, com controle ambiental (10,8%)

Planejamento e gestão, com projetos e execução de construções e outras iniciativas  (9,6%)

Operações municipais, com tecnologias para auxiliar a administração pública (9,6%)

Gestão de resíduos  (9,6%)

Segurança (8,4%)

Qualidade de Vida  (7,2%)
Um futuro rico e sustentável para o país

“O Brasil ainda enfrenta grandes desafios, mas podemos aprender com outros países que saltos são possíveis por meio de fortes ecossistemas de inovação, integrando governo, academia, indústria, startups e sociedade, para melhorar a qualidade de vida nas cidades brasileiras, que já acumulam mais de 85% da população”, comenta o sócio de transformação digital da KPMG, Daniel Carocha. “Por isso é imperativo, neste momento de despertar para a importância ESG, discutirmos o papel que o ecossistema de inovação pode desempenhar para um amanhã mais rico e sustentável para o país, acelerando o processo de chegada desta nova Sociedade 5.0 no Brasil.”
 



Página 1 de 81

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
>>








Rua 217, nº 180 Qd. 44 Lt. 10 Setor Leste Universitário Goiânia – Goiás CEP: 74603-090 (62)3225-1472
Interagi Tecnologia